Empreendedor tem salário? Veja quanto um empreendedor ganha

29 mar
2021
quanto ganha salário empreendedor

Talvez esta seja uma das maiores dúvidas dos futuros empreendedores: quanto ganha um empreendedor?

Existem muitos aspectos importantes na tomada de decisão em relação a ser empreendedor – e ter uma empresa individual, por exemplo – ou ter carteira assinada e ser regido pela famosa CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas). Um dos principais aspectos diz respeito à remuneração. Empreendedor tem salário? Quais as diferenças entre o salário do empreendedor e do empregado? Quanto ganha um empreendedor?

O que é ser empreendedor?

Segundo o Sebrae, ser empreendedor significa ser um realizador, que produz novas ideias através da congruência entre criatividade e imaginação.

Em uma visão mais simples, podemos dizer que o empreendedor é aquela pessoa que inicia um negócio novo, que vê o que ninguém vê, enfim, aquele que realiza antes, aquele que sai da área do sonho, do desejo e parte para a ação. Também são considerados empreendedores, aqueles que promovem transformações significativas nos negócios e nos mercados, dando uma nova visão para algo que antes era tido como única alternativa para a solução de um problema.

Quais as principais características de um empreendedor?

Um empreendedor possui um conjunto de características importantes para quem vai assumir riscos e trabalhar com inovação. Confira algumas:

  1. Iniciativa

Um empreendedor precisa ter iniciativa. é necessário possuir capacidade de se antecipar aos fatos e de criar oportunidades de negócios. Ele age com proatividade e está sempre pronto para atuar em situações adversas.

  1. Persistência

Enfrenta obstáculos para alcançar o sucesso e pensa que desistir deve ser a última das opções. 

  1. Corre riscos calculados

Os riscos podem ser macroeconômicos – referentes ao ambiente externo – ou no próprio negócio. A tomada de decisão em relação a eles faz parte do dia a dia do empreendedor.  Os riscos, no entanto, devem ser mapeados, calculados e planejados para que as consequências não sejam duradouras e difíceis para o negócio.

  1. Pensa na Eficiência

Aqui estamos falando de melhoria contínua e abnegação por resultados maiores com custos adequados. A satisfação de seu cliente vem sempre em primeiro lugar, e a gestão da qualidade é o seu foco.  

  1. Curiosidade

O empreendedor está sempre atualizado em relação ao seu negócio: mercado, fornecedores, clientes, novas frentes, etc.

  1. Metas e objetivos claros

Para o empreendedor é necessário ter visão (onde se quer chegar) mas principalmente, como vai fazer para chegar. Ter objetivos e metas bem definidos é um passo para o sucesso do empreendimento. 

  1. Rede de contatos ativa

Vender passa por atuar de maneira ativa não só sobre os leads e prospects. É necessário também atuar sobre a rede de contatos, aqueles que vão indicar o seu negócio para possíveis compradores. 

Como um empreendedor inicia sua carreira? 

Não há receita de bolo, mas alguns passos devem ser seguidos para iniciar uma jornada de empreendedor. Confira quais são eles:

  • Faça uma auto avaliação sobre o seu perfil
  • Identifique qual tipo de empresa deseja abrir
  • Reúna todas as informações necessárias sobre o negócio
  • Crie um plano de negócios
  • Faça uma análise financeira 
  • Formalize a sua empresa

Empreendedor tem salário?

Salário na concepção da palavra, não. O empreendedor estipula na sua empresa um valor de Pró labore, que nada mais é que a remuneração do empreendedor que tem função executiva no negócio. Não se deve confundir com distribuição de lucros que atinge todos os sócios, independente de ter função executiva ou não e depende do resultado do empreendimento.

E se você deseja saber mais sobre este assunto, leia este artigo sobre o que é pró labore.  

Pro labore, o salário do empreendedor

O sócio que trabalha na empresa (sócio administrador) tem direito a um salário, uma remuneração por este serviço. É através dele que o empresário pode, por exemplo, contribuir para a previdência. Em outras palavras, é o salário do dono ou dos donos da empresa.

A lei não determina um valor específico, cabendo aos sócios determinarem o valor do pró-labore, bem como sua redução ou majoração (Art.152 da Lei 6.404/76). A única regra quanto aos valores é que o pró-labore não pode ser inferior ao valor do salário mínimo vigente.

A retirada de pró-labore é obrigatória – o sócio administrador ou cotista, titular de empresa individual ou EIRELI que trabalham na sociedade é classificado como “contribuinte obrigatório” da Previdência Social. (Art.12 da Lei nº 8.212, de 24 de julho de 1991) e sobre esta remuneração deve ser recolhida a contribuição previdenciária.

É importante ressaltar que a remuneração do empreendedor vai depender muito do investimento que ele colocar no negócio. Para ganhar mais, precisa ter mais esforço, tanto pessoal, quanto em recursos como tecnologia e processos. Outro aspecto que tem que ser levado em conta são as questões contábeis e tributárias, pois são elas que determinam qual a carga tributária mais adequada para o seu tipo de empreendimento. O Simples Nacional, por exemplo, é um regime tributário exclusivo para micro e pequenas empresas. 

Leia mais sobre este regime de tributação através do artigo o que é Simples Nacional.

É praticamente impossível dizer qual a remuneração máxima que um empreendedor pode ganhar com a sua iniciativa, tudo é uma questão de entender o negócio, o mercado e arregaçar as mangas para fazer dar certo. O céu sempre é o limite, dependerá do que você fizer para alcançá-lo. 
Quer saber mais? Procure um parceiro confiável para abertura do seu negócio e para cuidar da sua contabilidade. Com a burocracia brasileira, é importante que você tenha tempo para disponibilizar sem tempo na construção do seu negócio.

Thiago Martins
author

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *