E-mail marketing ainda é uma boa ferramenta para vender imóveis?

26 nov
2020
E-mail marketing para imóveis

Sem dúvidas, a digitalização chegou para todos. No mercado imobiliário, não é diferente.

O marketing digital se tornou uma poderosa ferramenta, capaz de garantir excelente alcance e gerar ótimos resultados, até mesmo, nas vendas de maior valor, como, por exemplo, as de imóveis.
Mas, será que o e-mail marketing é uma boa ferramenta para divulgar as casas à venda em Maringá? Siga com a gente e confira a seguir:

A relevância do e-mail marketing no mercado imobiliário


Nem só de blogs e redes sociais se faz o marketing digital. O e-mail marketing é uma plataforma universal, acessada diariamente, que entrega o conteúdo diretamente para o público-alvo definido pelas empresas. Ou seja, na maior parte das vezes, o conteúdo atinge, diretamente, as pessoas que devem se impactar, graças aos filtros que segmentam os endereços.

Além disso, se comparado aos outros tipos de publicidade, os gastos do e-mail marketing são muito menores, afinal, a ferramenta não envolve nenhum tipo de algoritmo ou formas de impulsionamento.

Vale ressaltar também uma pesquisa realizada pela Google Think Real Estate, que apontou que 56% das decisões de compra de um imóvel no Brasil acontecem em ambiente digital. A maioria dos entrevistados afirmou que visita mais sites do que lojas físicas ou imobiliárias para pesquisar e, até mesmo, comprar imóveis.

Enfim, agora que você já sabe sobre a relevância do e-mail marketing para o mercado imobiliário, separamos algumas dicas simples para implementar a plataforma de maneira assertiva.
Confira abaixo.

  1. Ofereça conteúdo
    Para que seus e-mails sejam lidos, é preciso oferecer informações relevantes para os usuários. Portanto, não bombardeie seus clientes com ofertas e anúncios. Ao invés disso, apresente temas que tenham relação com o mercado imobiliário, aposte em dicas para quem busca por apartamentos para comprar em Maringá e foque em e-mails que agreguem conhecimento ao seus leitores.

  2. Seja objetivo
    O e-mail marketing não é a ferramenta ideal para apresentar textos longos. Muito pelo contrário, um conteúdo muito extenso pode fazer o usuário desistir da leitura e se assustar com a quantidade de linhas.
    Por isso, organize seu conteúdo de maneira sucinta, objetiva e não se esqueça da chamada para a ação.

  3. Seja criativo no “Assunto”
    De fato, o campo “Assunto” ou “Subject” de um e-mail é essencial para chamar atenção e aguçar a curiosidade do leitor, por isso aposte em frases curtas, criativas e que apresentem o contexto do conteúdo.

  4. Se atente ao visual
    Nem só de texto se faz um e-mail marketing, o design também é de suma importância para garantir ao usuário uma boa experiência visual. Portanto, pense na paleta de cores que será utilizada e na organização dos blocos. Além disso, utilize todos os recursos disponíveis como imagens, gifs e vídeos com sabedoria – acredite: eles são transformadores.

  5. Revise antes de enviar
    Antes de iniciar os disparos, tire um tempinho para revisar o conteúdo e conferir se as imagens abrem rapidamente, se a grafia está correta e se todos os links e botões estão direcionando para os endereços certos. Se possível, envie um e-mail teste para reduzir as chances de possíveis problemas.

  6. Aposte em um mailing
    Ao invés de comprar listas de terceiros, que raramente funcionam, construa seu próprio mailing por meio de leads direcionados. Eles podem ser obtidos no seu site, perfis de redes sociais, ou, até mesmo, através da disponibilização de e-books para download.

Não se esqueça das análises!
Por fim, é importante destacar que, só será possível mensurar os resultados obtidos com análises constantes. Por isso, sempre observe as métricas e verifique o retorno dos disparos.
A maioria das ferramentas de e-mails marketing disponibiliza os números de compras, aberturas e recusas dos disparos.
Além disso, é válido pedir feedbacks dos próprios clientes, para saber se eles estão gostando dos conteúdos e quais tipos de temas gostariam de ver mais vezes em suas caixas de entrada.

Enfim, gostou das dicas?

Se esse artigo foi interessante para você, compartilhe em suas redes sociais! Com certeza, essas informações podem ajudar muitas pessoas que desejam vender casa, apartamento ou loft no meio digital.

Thiago Martins
author

1 comment

  1. Anderson | 27 de dezembro de 2020 at 13:06

    O E-mail marketing continua sendo uma excelente ferramenta. Parabéns pelo conteúdo!

    Reply

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *