COMO A ESCOLHA DO CONSTRUTOR DE SITES PODE AFETAR O SEO ?

20 nov
2020

A otimização de mecanismos de pesquisa (SEO) é uma das estratégias de marketing mais econômicas para negócios online. Mas é difícil de dominar por causa do grande número de variáveis que determinam suas classificações. Começar com uma base de site sólida, incluindo um URL que contém palavras-chave relevantes para o seu domínio e um mapa do site hierárquico, pode ajudá-lo a obter o máximo da sua campanha.

Muitos proprietários de empresas estão recorrendo aos construtores de sites como uma maneira fácil e econômica de criar novos sites. Mas, será que  sua escolha de construtores de sites afeta sua classificação nas páginas de resultados dos mecanismos de pesquisa ?

O que é SEO?

Este é o termo do milênio?  SEO significa otimização de mecanismo de pesquisa. SEO ajuda a classificação de uma página da web em uma página de resultados de mecanismo de pesquisa . 

Um mecanismo de pesquisa envia spiders para rastrear um site e determinar se o conteúdo de uma página é relevante para as consultas de pesquisa de um usuário. Em seguida, ele indexa a página com base no valor atribuído.

Existem vários fatores que determinam a classificação de uma página da web – incluindo o número de visualizações do site, tempo de permanência, taxa de rejeição, links autorizados, etc.

É essencial manter todos esses itens em mente. Mas o primeiro passo que você deve dar é descrever claramente o serviço que seu site fornece, deve incluir palavras-chave relacionadas ao seu negócio:

  • Título
  • URL
  • Meta Descrição
  • Cabeçalhos
  • Texto alternativo da imagem
  • Texto de corpo

Em referência ao ao serviço que está fornecendo. Dessa forma, quando os spiders rastrearem, eles saberão que seu site é um negócio de X ou Y e irão classificá-lo para consultas de pesquisa relacionáveis.

FATORES QUE DEVE LEVAR EM CONTA AO ESCOLHER UM CONSTRUTOR DE SITES.

Diferentes construtores de sites oferecem diferentes vantagens e desvantagens para SEO: 

  1.   Espaço de armazenamento e largura de banda.

Sua escolha no construtor de sites, pode afetar seus rankings de SEO. Diferentes construtores de sites oferecem vários níveis de espaço de armazenamento e largura de banda dedicada, bem como confiabilidade de hospedagem. 

Esses são recursos técnicos do seu site que você não pode negligenciar.  Você pode conferir mais detalhes aqui. A quantidade de conteúdo que você tem em seu site e a facilidade com que esse conteúdo é acessado de um servidor afetará a rapidez com que seu site carrega e, quanto mais rápido seu site carrega, mais vantagem você terá nas classificações de pesquisa. 

A confiabilidade da hospedagem também pode influenciar sua autoridade de domínio, então você deve escolher um construtor de sites com uma reputação sólida. Por exemplo, o Weebly é muito direto e fácil de usar. Mas quando você compara o Weebly com o GoDaddy, descobre que o GoDaddy oferece muito mais espaço de armazenamento e largura de banda.

  1.  RECURSOS DE SEO INTEGRADOS.

A maioria dos construtores de sites modernos vem com alguma otimização integrada para SEO. O código do site é simples e limpo e, a menos que você faça algo deliberadamente para interromper o processo, seu site deve ser facilmente rastreável e indexável por bots de mecanismos de pesquisa.

 WordPress, um dos construtores de sites  mais populares do mercado, é conhecido por sua conveniência, otimização de pesquisa pronta para uso, desenhando tags de título automaticamente e servindo uma versão do site que os mecanismos de pesquisa gostam de ver. 

Se você estiver lidando com um construtor de sites relativamente desconhecido, faça uma pesquisa antes de continuar.

  1.  FACILIDADE DE EDIÇÃO DO SITE.

Mesmo com alguns recursos de SEO prontos para uso, você precisará fazer algumas personalizações por conta própria, incluindo titulação de suas imagens, alteração de tags de título, meta descrições, e reorganizando da hierarquia do seu site. Para isso, é preferível  que seu construtor de sites seja fácil de editar e otimizar. 

A experiência do usuário no back-end do seu construtor de sites não terá impacto no desempenho técnico do seu site. Mas isso pode economizar ou custar dezenas de horas de trabalho enquanto você tenta realizar seus objetivos de SEO.

  1.   OTIMIZAÇÃO PARA DISPOSITIVOS  MÓVEIS.

O público online atualmente usa dispositivos móveis mais do que nunca, e o Google e outros mecanismos de pesquisa estão respondendo priorizando sites compatíveis com dispositivos móveis em seus resultados de pesquisa. Isso significa que se você deseja ser competitivo em SEO, precisará de um site que carregue rapidamente e sem erros em todo tipo de dispositivo que você possa imaginar. 

A melhor opção aqui é usar um site responsivo, que irá expandir ou contrair automaticamente com base no dispositivo que o visualiza. Mas, nem todos os construtores de sites oferecem esse recurso.

  1. COMPATIBILIDADE COM PLUGINS DESENVOLVIDOS POR OUTROS CONSTRUTORES.

Você também pode considerar se o seu construtor de sites em potencial funciona bem com os outros; alguns construtores de sites tentam manter tudo consolidado em um pacote, enquanto outros se abrem para plug-ins de terceiros. O WordPress, por exemplo, permite dezenas de milhares de plug-ins, incluindo Yoast, que é uma das opções de plug-in de SEO mais amigáveis do mercado. Se você é exigente quanto aos recursos de SEO ou se deseja apenas mais flexibilidade para mudar as coisas posteriormente, escolha um construtor de sites que permita várias opções externas.

CONSIDERAÇÕES FINAIS 

Todos esses fatores devem pesar em sua decisão final sobre um construtor de sites. Mas eles não são os únicos fatores a serem considerados. Você também precisará avaliar a importância do SEO para seus resultados financeiros. 
Se for uma prioridade baixa em comparação com, digamos, a experiência do usuário de sua loja online, você pode optar por um construtor de sites que tenha recursos de SEO relativamente fracos. Você também precisará considerar os custos envolvidos. Alguns construtores de sites são robustos em muitas áreas, mas também custam centenas de dólares por mês. Enquanto outros oferecem pouco, mas são de uso gratuito.

Thiago Martins
author

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *