Conheça as técnicas de Inteligência Artificial para melhorar a performance da sua empresa

15 jan
2020
marketing_machine_inteligencia_artificiail

Quando você ouve o termo inteligência artificial, consegue imaginar robôs, carros voadores e invenções de filmes futuristas?

Saiba que além de tudo isso, a IA está cada vez mais presente em coisas simples do cotidiano e pode otimizar a rotina da sua empresa.

Softwares de gestão financeira, ferramentas que ajudam na automação de tarefas, chatbots que facilitam a comunicação com o cliente via chats, ferramentas que geram relatórios e medem a performance de campanhas. 
Por exemplo, esta inteligência artificial ajuda a avaliar a sua marca.

Todas essas alternativas fazem parte da evolução da tecnologia.

Logo, é inegável que as técnicas de IA impactam nos negócios. Neste universo, os robôs são projetados para ajudar na tomada de decisões, com base em interpretações que se aproximam da normalidade.

Como sabemos, a rotina de um empreendedor é repleta de tarefas e desafios, sendo que ninguém consegue dar conta de tudo ao mesmo tempo, 24 horas por dia. 

Neste contexto, as facilidades da inteligência artificial podem ser muito úteis.

Quer saber mais sobre esse conceito e quais são as possibilidades que a tecnologia agrega  em diferentes segmentos? Leia esse artigo e entenda os principais tópicos dessa situação.

O que é inteligência artificial?

Máquinas inteligentes, automatização de processos, leitor de impressão digital, aplicativos e soluções para cidades inteligentes. Tudo isso faz parte da IA.

Na prática, Inteligência Artificial é uma ramificação da ciência que consiste na criação de mecanismos, softwares, robôs e sistemas inteligentes que simulam o raciocínio humano. 

O objetivo das intervenções tecnológicas é otimizar a rotina de trabalho, resolver problemas de forma inteligente e identificar situações que exigem um raciocínio lógico e ágil.

A criação de um sistema de automação industrial que ajuda a controlar o tempo de produção, a rotina nas linhas operacionais e a organização das metas de produção são exemplos da tecnologia usada a favor dos negócios.

Vale lembrar que um dos pais da IA é o matemático britânico Alan Turing. Com um passo à frente de seu tempo, o intelectual ficou conhecido por solucionar enigmas e códigos de uma máquina que tinha como objetivo decifrar a comunicação entre os alemães no período que compreende a 2ª Guerra Mundial.

A IA nunca para de evoluir, já que a tecnologia está em constante mudança. 

Em uma época, as máquinas tiveram sua era de ouro e hoje, pode-se dizer que as possibilidades são muito maiores do que naquele tempo que já mudou a relação entre colaboradores, rotina de trabalho e performance das fábricas.

Existem soluções diversas que surgem a partir desse conceito, mas antes de se aprofundar nelas, é importante saber a diferença entre big data e machine learning os dois sistemas são tipos de IA.

Big Data

No caso do big data, o foco é a análise de dados. A programação de máquinas e robôs é feita com informações que alimentam as operações do maquinário, portanto, o objetivo dessa ramificação da inteligência é captar os dados e canalizar o uso deles de forma estratégica.

Machine Learning

Já o machine learning, que significa aprendizado de máquina, é um sistema movido à aprendizado. 

Ou seja, as máquinas funcionam a partir de uma programação que segue os padrões preestabelecidos para realizar as tarefas do dia a dia, mas há sempre uma atualização conforme os objetivos da tarefa.

Agora que você sabe um pouco mais sobre o conceito de IA, é hora de visualizar alguns exemplos práticos e situações que envolvem o mundo dos negócios relacionado à tecnologia. 

Automação de tarefas

Você já conheceu uma fábrica ou teve a oportunidade de entender como funciona uma indústria? Imagine o cenário de uma empresa que fabrica somente acessórios para serralheria

O processo pode incluir usinagem, acabamento, molde, entre outras tarefas. Digamos que a meta diária de produção é alta e o prazo de entrega para os fornecedores e consumidores finais é apertado.

Neste contexto, criar máquinas e soluções para automatizar parte do processo facilita a vida dos colaboradores. 

Não é à toa que grandes fábricas e indústrias são marcadas pela produção em larga escala e não priorizam tanto a produção com um toque mais artesanal.

Os sistemas inteligentes permitem que as máquinas sejam configuradas para realizar determinada tarefa. Na prática, isso faz com que a empresa tenha vantagens como:

  • Otimização de tempo de produção;
  • Mais produtividade na rotina;
  • Competitividade em relação à concorrência;
  • Padronização de tarefas, em ritmo industrial;
  • Otimização de recursos financeiros e materiais.

Na prática, automatizar tarefas não significa que não haja nenhuma intervenção humana no processo. 

Ainda no contexto das peças e ferramentas para serralheria, digamos que exista um setor da empresa dedicado à reforma de acessórios, por meio do serviço de solda e outras técnicas. 

Neste cenário, pode ser que alguma tarefa seja realizada ou conferida por pessoas que garantem a qualidade de fabricação.

As máquinas não são inimigas das pessoas, nem vilãs. Elas podem trabalhar a favor da sua empresa!

Foco na experiência do consumidor

Não importa qual é o nicho de atuação da sua empresa, há indicadores que devem ser valorizados por toda organização, então, fortalecer uma boa experiência para seu cliente é um deles.

Vamos exemplificar uma situação: uma empresa especializada na locação de materiais para obras, como o aluguel de andaimes SP realiza grande parte desse trabalho pela internet. 

Quando um potencial cliente deseja aderir o serviço, é comum que ele tenha dúvidas, por isso, fortalecer os canais de atendimento ao consumidor é uma tarefa importante.

Digamos que a demanda de atendimento é alta e isso leva mais tempo do que deveria da equipe de atendimento e pós-vendas. 

Uma solução de IA neste caso, que pode melhorar a experiência do consumidor e otimizar a rotina do SAC é a implementação dos chatbots programas que são feitos para a comunicação com as pessoas.

Essa ferramenta é bastante utilizada no marketing digital e com a personalização adequada, conforme o público da empresa, o tom de voz da marca, a jornada de compra do consumidor e outros conceitos facilita bastante a rotina.

A principal característica de um chatbot é a simulação de uma conversa humana que é feita a partir das configurações. O resultado? Maior índice de satisfação, agilidade nas respostas, baixos índices de transtorno por falta de resolução dos problemas.

A qualidade do atendimento é um item muito considerado pelos consumidores, inclusive na hora de fazer um novo negócio. Portanto, fortalecer o relacionamento direto com o cliente é uma forma de fidelizá-lo. 

Outra situação: uma empresa vende bomba de piscina, cloro, soluções para limpeza e iluminação das piscinas. Muitas pessoas podem ter dúvidas de como utilizar a bomba ou fazer o passo a passo da limpeza correta.

O SAC precisa estar disponível para tirar dúvidas do consumidor, resolver conflitos e mostrar o quanto a empresa agrega valor e soluções reais ao produto ou serviço que vende. 

A produção de conteúdos ricos é um fator importante e que a equipe de atendimento pode enviar para as pessoas. Os sistemas de automação ajudam na otimização das tarefas.

Análise de métricas, soluções em software

Como evoluir sem ter uma análise estratégica dos indicadores da sua empresa? 

Se você trabalha com técnicas de marketing digital, otimização em SEO para alcançar uma posição estratégica no Google de forma orgânica e campanhas patrocinadas, ter um relatório dos indicadores e métricas das suas ações é fundamental.

É por isso que contar com soluções em softwares de automação e ferramentas de automação que trazem indicadores em tempo real faz a diferença. 

Grande parte das ferramentas disponíveis tem uma versão gratuita para teste e esse é um bom caminho para descobrir qual é a mais adequada para o seu negócio.

O próprio Google tem algumas ferramentas que são gratuitas e também contribuem bastante para análise de dados e planejamento estratégico. Imagine que a principal oferta de uma empresa é o serviço de um profissional instalador de rodapé de poliestireno.

Como posicionar a empresa nos mecanismos de busca, construir conteúdos otimizados e fazer com que as pessoas cheguem até essa solução ou sejam encontrados por ela?  

Em termos de conteúdo, especificamente, é possível utilizar ferramentas como o planejador de palavras-chave, no qual é possível identificar quais são os termos de busca mais procurados para esse tipo de solução.

O Google Trends é outro exemplo de ferramenta, capaz de mapear o que os robôs conseguem identificar em relação às principais buscas feitas pela internet. Outra situação: as ferramentas de automação para campanhas em e-mail marketing.

De fato, o conteúdo relevante e adequado em relação à persona do negócio e sua fase da jornada é fundamental em uma campanha. No entanto, entender os hábitos da persona é fruto de  uma combinação de técnicas e os robôs podem te ajudar.

Um e-commerce que vende artigos como sensor fotoelétrico, detectores de fumaça, entre outros acessórios, certamente tem um público bem definido, então, a vantagem da internet é que as fronteiras geográficas não são barreiras para a compra.

Você sabia que os robôs conseguem avaliar o comportamento dos visitantes e potenciais clientes em relação às páginas mais visitadas, ao tempo de permanência em cada página e aos produtos colocados no carrinho?  

Pois é, tudo isso traz indícios do comportamento do usuário e ajuda a sua empresa a preparar soluções mais eficazes.
Não importa se o principal produto é um detector de fumaça preço ou com conjunto de extintores contra incêndio. A tecnologia pode trabalhar junto com a sua marca para os melhores dados e análise dos algoritmos.

Thiago Martins
author

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *