Não invista em Anúncios no Facebook

21 maio
2014


Isso mesmo, eu não acredito que as empresas que investem todo seu potencial na rede social Facebook possam estar fazendo um bom negócio!
Aos fãs e defensores do Facebook, peço calma para eu explicar:
Indiscutivelmente o Facebook é a maior rede social da atualidade, mas dados comprovam que já nos EUA boa parte dos usuários migrou para outras redes sociais e o mesmo vem acontecendo no Brasil.

Acredito ser importante discutir 3 argumentos:

1) Seu cliente está no Facebook? Ele pode estar em outro lugar.
As comunidades virtuais surgiram uma vezr que as pessoas uma vez conectadas começam a se agrupar em plataformas com um mesmo interesse. Assim temos redes sociais foram criadas com vários focos: informações rápidas (Twitter), fotografias e imagens (flickr ou Instagram), vídeos rápidos (vine), profissionais e negócios (LinkedIn), arte e design (Pinterest) como também encontrar e interagir com pessoas (Orkut e Facebook)
Baseado nesta permissa já adianto: acessamos as redes sociais que nos são de agrado, assim temos as redes sociais como um canal de segmentação. Por exemplo, o Pinterest apresenta usuários ligados em arte e criação, já o LinkedIn uma rede social de cunho profissional.
Desta maneira é importante fazer a pergunta: quem é meu público? Qual rede social ele utiliza?

2) O mundo muda, a rede social também.
Lembram do Orkut? Foi uma grande febre no Brasil, inclusive tendo estudos e livros publicados com o assunto. Bons tempos… Que foram embora…
E a pergunta que não quer calar: e as marcas que apostaram todas as fichas no Orkut?
Com certeza tiveram resultados naquele momento, mas aquele investimento ficou por lá no passado.
No Facebook sua marca tem milhares de seguidores, alguns você conseguiu organicamente outros (boa parte) você pagou por eles (likes da página). Mas e quando os usuários migrarem para a outra rede? Você “perderá” todo o seu investimento.

3) Como ter campanhas mais eficazes?
“Entendi, vou cancelar minha campanha no Facebook agora mesmo!” NÃO!
Ainda temos um grande público no Facebook, talvez seu cliente esteja por lá. A questão a ser levantada não é para de fazer, mas sim não investir todas as suas fichas em apenas uma plataforma.
Se investirmos em apenas um tipo de estratégia tenha certeza que ficaremos escravos dela. Como no ditado “com uma andorinha não se faz verão” ouso brincar: “com apenas uma plataforma não se faz marketing digital”.

Nosso cliente quando acessa à internet não fica apenas nas redes sociais. Ele lê emails, pesquisa no Google, lê blogs, etc. Sendo assim nosso objetivo como profissional de marketing é: estar onde ele está.

Em resumo, não aposte tudo em redes sociais, sua campanha online deve contemplar um site moderno, estar bem localizado nos buscadores, apresentar conteúdo relevante, trabalhar relacionamento via e-mail marketing, entre outras estratégias de marketing digital.

Artigo original: www.marketingsemgravata.com.br

Thiago Martins
author

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *