SEO para iniciantes – como ranquear seu site no Google

13 jan
2017

Descubra 12 Elementos de On-Page SEO para Iniciantes

Você deve ter acessado uma das 13 ferramentas incríveis para espionar seus concorrentes e ter ficado decepcionado com sua marca!

Nada é mais frustrante que ver o seu concorrente ganhar de você na corrida de ranqueamentos. Mas essa sensação fica pior ainda se você não entender como é que ele fez isso. Como você pode competir se não sabe nem por onde começar?

Decidimos te dar uma ajudinha. Preparamos uma lista de 12 elementos essenciais de On-page SEO que te ajudarão a otimizar o seu conteúdo e melhorar suas posições nas máquinas de busca. Legal, não é mesmo? Mas antes de tudo…

 

O que é On-Page SEO?

O termo on-page SEO refere à combinação de práticas que podem ser aplicadas diretamente na sua página para melhorar os ranqueamentos nos resultados nas máquinas de busca.

Trabalhar o seu on-page SEO garante que o seu conteúdo e código seguem as melhores práticas do Google. Isso também te ajuda a incluir os fatores de ranqueamento mais importantes, usados pelas máquinas de busca para ranquear os conteúdos. Em outras palavras, os fatores de On-page SEO ajudam a melhorar ou quebram os ranqueamentos.

Em nosso curso Inovação Digital, tratamos da estratégia de Pesquisa Online que poderá te ajudar a ranquear melhor seu site e entender melhor sobre On-Page SEO.

Agora que acertamos a terminologia vamos analisar os fatores on-page mais importantes que merecem sua atenção.

 

12 Elementos Essenciais de On-Page SEO

 

  1. Incluir palavra-chave no title tag

O meta tag “título” é o fator mais importante de on-page para ranqueamentos. Ele envie um sinal forte de relevância para o Google e ajuda a máquina de busca a entender o tema da página e vincular a relevância dela à um query. Máquinas de busca também utilizam title tag na hora de exibir a sua página nos resultados de busca.

Incluir a principal palavra-chave no title tag ajudará o Google a estabelecer o tema da página e definir as pesquisas que devolverão a sua página nos resultados. Otimizando o title tag não se esqueça de colocar a sua palavra-chave na frente.

De acordo com as últimas pesquisas feitas por CPC Strategy, o Google analisa palavras-chave da esquerda para direita, o que significa que a máquina de busca dá mais importância para palavras que ficam na parte esquerda.

 

  1. Incluir palavras-chave na descrição meta

O tag da descrição meta envie um outro sinal de relevância para o Google. Esse sinal não é tão forte como o title tag, mas mesmo assim a descrição ainda é considerada um fator de ranqueamento importante.

E outro ponto – o Google costuma mostrar a descrição meta na descrição dos resultados de pesquisa. Por isso incluindo suas palavras-chave aqui pode ajudar a alcançar melhores ranqueamentos. Isso também pode melhorar User Experience aumentando o índice de click-through da sua página.

biblioteca_marketing_materiais

  1. Marcar o título da página como headline <h1>

Assim como o title tag, o headline <h1> envie um sinal forte de relevância para o Google. Ele ajuda a máquina de busca a determinar sobre que se trata a página e à quais pesquisas ela pode ser relacionada.

A maioria de CMS (sistemas de gerenciamento de conteúdo) automaticamente marcam o página como Headline, colocando tags H1, mas é melhor confirmar se a sua plataforma faz isso. Caso contrário, corrigi-lo manualmente colocando cada título entre tags <h1>.

 

  1. Incluir Palavra-chave no URL

Muitos analistas de SEO acreditam que incluindo palavras-chave no URL eles conseguem mandar mais um sinal de relevância para o Google e melhorar os ranqueamentos da página.

Ao construir um URl, coloque as palavras mais importantes logo no começo do slug (logo depois do “.com.br”/ por exemplo, http://www.semrush.com/features/organic-research/). Durante a sua palestra no Pubcon em 2008, Matt Cutts declarou que o Google dá mais importância para as primeiras duas-três palavras, focando menos nas outras. Sendo assim tente criar um URL curto e insere a sua palavra-chave nele.

 

  1. Incluir palavra-chave no começo do texto

Mais um sinal de relevância pode ser enviado para o Google ao incluir a palavra-chave no primeiro parágrafo do texto. É claro, a palavra-chave precisa entrar no contexto do primeiro parágrafo naturalmente. Caso isso for impossível, ignore esse passo e opte por um texto homogêneo e coerente.

 

  1. Incluir palavras-chave relacionadas no texto

Não insiste em colocar mais de 1-2 palavras-chave por página. Ao invés disso opte por aumentar a quantidade de pesquisas que relacionadas à sua página usando os principais sinônimos e variações da sua palavra-chave.

Também, para aproveitar a pesquisa semântica, use “palavras companheiras” que podem ajudar o Google a definir o contexto da sua palavra-chave. Por exemplo, se você usar as palavras “notebook” e “computador” junto com a palavra-chave “Apple” o Google vai entender que a sua página fala sobre a empresa de tecnologia e não sobre a fruta.

 

  1. Incluir palavras-chave no ALT tag das imagens

ALT tag é um texto curto que aparece quando você passar o mouse sobre uma imagem. Ele fica dentro do código HTML da imagem e é usado para descrever a imagem para os usuários. Mas ao mesmo tempo ele envia um sinal de relevância para o Google, por isso esse passo é importante para otimizar a sua página e melhorar os ranqueamentos.

A maioria de sistemas de gerenciamento de conteúdo automaticamente adicionam o ALT tag às imagens, mas em alguns casos é necessário baixar um plugin específico para facilitar o trabalho com esse recurso.

 

  1. Disponibilizar link para outras páginas relevantes do seu site

Interligando páginas você aumenta o PageRank delas. Isso também providencia uma boa experiência para os usuários e ajuda a envolver melhor os visitantes e faze-los interagir com o conteúdo. Google usa o tempo que os usuários passam no site como um indicador de qualidade de conteúdo, por isso o tempo prolongado que os usuários passam no seu site pode ter efeito positivo sobre os seus ranqueamentos.

calendario-2017

  1. Disponibilizar referências e links para recursos de autoridade

Disponibilizar referências e links para recursos de autoridade alta mostra para o Google a sua vontade de ajudar os visitantes a aprender mais sobre o assunto, enviando sinais de qualidade e confiabilidade da página.

Além disso os links podem ser usados para explicar melhor o tema da sua página para Google (por exemplo, links para páginas que falam sobre computadores da Apple podem ajudar o Google a entender que sua página sobre Yosemite é relacionada à sistema operacional e não ao Parque Nacional)

 

  1. Escrever conteúdo elaborado.

O tamanho dos seus posts pode afetar os ranqueamentos. O conteúdo maior indica maior densidade e aprofundamento no assunto, ou seja – a informação de melhor qualidade. Considerando que as máquinas de busca querem providenciar melhores resultados de pesquisa, faz todo o sentido investir no conteúdo maior e bem feito.

 

  1. Usar tag canônica para evitar conteúdo duplicado

Querendo ou não vai chegar uma hora quando você vai ter que resolver o problema de conteúdo duplicado. Isso pode acontecer, por exemplo, quando sua plataforma de E-commerce ou Sistema de gerenciamento de conteúdo criar vários URLs apontando para a mesma página.

Do ponto de vista de SEO, conteúdo duplicado pode confundir a máquina de busca, que acaba não sabendo qual versão mostrar na página de resultados, incluindo versão não desejada ou até excluindo a página de resultados de pesquisa.

Para evitar isso adicione o tag canônica para o código da página para explicar para as máquinas de busca qual das versões do conteúdo é a original e deve ser incluída nos resultados de pesquisa.

Muitos CMS adicionam tag canônica por default, mas existem plataformas que podem exigir a instalação de plug-ins para lidar com esse assunto. Por isso verifique se as suas páginas têm tag canônica e caso contrário instale extensões apropriadas para garantir que o sistema crie o tag para cada página

  1. Melhorar a rapidez e o tempo de carregamento da página

A velocidade de carregamento da página é um fator de ranqueamento importante. Se a sua página demora mais de 3 segundos para ser carregada você precisa investigar e encontrar o problema para diminuir o tempo de carregamento. Use a ferramenta Pingdom ou ferramenta de SEO Audit da SEMrush para analisar esse fator e obtenha dicas sobre como melhorá-lo

Conclusão

Vendo o seu concorrente ganhar a corrida nos resultados de busca é bem irritante. Agora portanto você já sabe o que fazer para competir e conquistar melhores lugares nos SERPs.

Para obter mais dicas sugerimos que use a ferramenta de SEO Ideas da SEMrush.

SEO Ideas oferece uma lista completa e estruturada de elementos de on-page SEO que podem ser implementados na sua página. A ferramenta utiliza táticas de SEO de seus concorrentes e dados de outros relatórios da SEMrush, garantindo uma ajuda bem-vinda para o seu negócio.

Thiago Martins
author

1 comment

  1. marcos | 3 de Maio de 2017 at 12:00

    Muito bom , atualmente venho trabalhando em meus sites, estes pontos citados aqui no blog, valeu sempre pelas dicas.

    Reply

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *