“Pague quanto acha que vale”

22 set
2015

Empresário sai do prejuízo após oferecer livros a qualquer custo em máquinas no metrô

Você está andando na cidade e se depara com este anúncio: PAGUE QUANTO ACHA QUE VALE. Confesso que já ouvi várias estratégias de marketing que utilizam preço (9 truques que fazem você gastar mais em restaurantes ou a ciência dos preços), mas essa é uma interessante novidade.

Fabio Bueno Netto, era dono de uma editora que estava fechando, e esta ideia veio quando ele já havia desistido do negócio: queimar o estoque. Então criou esta promoção: pegue qualquer livro e pague quanto acha que vale. E a ideia deu certo, fez ele reerguer seu negócio.

Segundo Netto em pouco mais de um mês de campanha, foram vendidos 28 mil exemplares de livros que, em geral, estavam encalhados nas editoras – a média de vendas de meses anteriores é de 11 mil unidades. Ele garante que a venda de livros no sistema “Pague quanto acha que vale” dá lucro. “A maioria das pessoas paga R$ 2, mas lucramos por causa do volume. Compramos muita ponta de estoque de editoras, o segredo é comprar bem”, afirma o empreendedor.

E aí, você acha que esta ideia ‘pague quanto acha que vale’ é aplicada para outros tipos de negócios?

 

Thiago Martins
author

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *